Friday, April 13, 2007


#12 - UNDER ROCK III

Minha saga rumo a candidatura a deputado estadual em 2014 (hehe) continua firme, após ter visitado Ji-Paraná várias vezes esse ano minha comitiva individual aportou em Porto Velho (espaço para piada infame) para confraternização com amigos durante o Under Rock III, evento que ocorreu dia 04 de abril na Big’s Whiskeria. Rolou o de sempre, muita conversa e rock and roll. E como um vilhenense que se preza, muita água pra espantar o calor da capital.

Mas, agora falando sério, o evento organizado pela banda Rádio Ao Vivo e o site Fanrock, de Vinicius Lemos, foi bem legal, onde pude reencontrar amigos e ver que a cena de Pvh está cada vez melhor, pelo fato de agora além de festivais começarem a rolar eventos quase todo fim de semana, como o próprio Under, Arena Rock Bar, entre outros. O único ponto negativo da festa, o que realmente interferiu, foi a falta de ventilação adequada no local e para piorar fez um calor infernal naquela noite (vilhenense é f***).

Quanto às bandas, esse sim o ponto positivo da noite, tudo correu bem. “Los Hermanos do Rio Madeira”, leia-se Recato, vem se destacando na cena local, com canções como “Lago Reformado”, “Em si”, “Usa tua força”, estão cada vez mai presentes nas vozes de quem acompanha a banda onde ela toca. Já deixou de ser promessa, faz tempo.

Rádio ao Vivo, “a banda mais rondoniense do Acre”, foi a segunda banda da noite, e apresentou músicas novas mescladas com canções conhecidas como “Mansão do Arão”, “Considerações Finais”, “A cúpula”, também cantadas pelos presentes. É interessante ver que as bandas locais têm seu devido reconhecido, as pessoas vão para acompanhar as bandas e não só ir pela festa.

Logo após entra a banda Sedna, show que mais ouvi do que vi, até porque no momento o calor já havia feito efeito. Outro show bem acompanhado pelo público, com momentos de euforia de algumas fãs. A Sedna também apresentou canções antigas e novas, que irão fazer parte do disco “Esperando Amanhecer”, que deverá sair ainda este ano.

Posteriormente assume o som a banda mais rondoniense de Roraima, Mr. Jungle, banda bastante esperada, em sua terceira passagem pela capital rondoniense. É outra banda que tem uma empatia enorme com o público, com figuras como Diego “Moita”, que, aliás, toca muito. Outro show que passei mais tempo lá fora que lá dentro, por causa do calor.

E encerrando a noite com seu “noisecoregroovecocoenvenenado de fato” a banda Zefirina Bomba (PB) desfilou barulho (do bom) com alta performance. Com direito a covers de Irmãos Rocha, Nirvana, Pedreros e é claro as músicas próprias “Sobre a cabeça”, “O que eu não fiz” fizeram a cabeça dos (poucos) presentes na hora que a banda se apresentou. Foi aquele velho encerramento com chave de ouro.

Ficou a boa impressão do evento, apenas o ponto de que o local que receba eventos dessa natureza esteja melhor preparado.

Falows!

1 comment:

Casa Fora do Eixo said...

Dá-lhe circulação e intercâmbo. Cobertura Massa, regert! abs!Marielle Ramires